Skip to content
TáLegal.com

9 Benefícios do Grão Amaranto para sua Saúde + Propriedades

Usado desde a antiguidade, essa semente de origem peruana, que era usada nas cerimônias religiosas e na alimentação do povo inca vem ganhando cada vez mais espaço nos dias atuais. O amaranto, um grão da família Amaranthaceae vem crescendo na mesa das famílias brasileiras.

Balanceado nutricionalmente, o amaranto é conhecido por possuir:

  • Proteínas;
  • Fibras;
  • Cálcio;
  • Ferro;
  • Fósforo;
  • Magnésio.

Ele contribui para melhorar a pressão arterial e o colesterol, e é encontrado no grão uma substância capaz de prevenir o câncer, sendo conhecido dessa maneira por suas propriedades medicinais.

De origem vegetal, é o único alimento que é fonte de cálcio biodisponível, sendo que essa fonte é a mais bem absorvida pelo nosso organismo.

Em virtude de ser uma semente tão rica, acabou sendo escolhida por nutricionistas da NASA para compor a dieta alimentar de astronautas em missões espaciais. No Brasil, no entanto, seu consumo ainda é bastante recente. Pois começou a ser cultivado em nosso país na década de 1990, e vem ganhando cada vez mais espaço.

Quais são os principais nutrientes do amaranto

Um dos maiores destaques é sem dúvida a proteína com alto valor biológico, portanto, não é para menos que é uma das alimentações favoritas de veganos. Ademais, o grão contém bastante cálcio, possuindo também baixas quantidades de ácido fítico, taninos e oxalatos.

Apesar de ser altamente rico em cálcio é importante enaltecer que o amaranto não substitui o leite. Para esclarecer essa afirmação, vamos tomar como exemplo uma xícara de leite integral que possui 290 mg de cálcio. Comparando com a quantidade recomendada de amaranto que é de 45 gramas, o valor de cálcio presente é de apenas 72 mg. Nutricionalmente falando, o cálcio é um dos principais elementos fundamentais para o bom desenvolvimento dos ossos e dos dentes.

Um outro elemento encontrado no grão é o ferro, sendo que, sua deficiência pode ocasionar inclusive anemia. Além dele, temos o nutriente Zinco, responsável pela ação de alguns enzimas no nosso organismo.

A vitamina C, uma das principais vitaminas que fortalecem nossa imunidade, também está presente no amaranto. Isso sem falar que como todo cereal, possuí uma enorme quantidade de fibras solúveis, responsáveis por melhorar a flora intestinal e promover a sensação de saciedade.

Amaranto em flocos

Benefícios Medicinais para Saúde

O amaranto possui diversos benefícios como pudemos ver, mas destaca-se entre os principais benefícios, o controle da pressão arterial, a ajuda na perca de peso, o auxílio no ganho de musculatura, isso sem contar os benefícios que ainda estão em estudos e que veremos logo adiante.

Controle da pressão arterial

Eficiente no controle da pressão arterial, os peptídios do Amaranto impedem o desenvolvimento de enzimas incumbidas de elevar a pressão arterial. Desse modo, melhora a regulação da pressão arterial.

Auxílio na perda de peso

Possuindo inúmeras fibras solúveis, o amaranto encontrar-se com o líquido que fica dentro do estômago, desenvolve uma espécie de gel dilatador do órgão proporcionando a sensação de saciedade. Com efeito, as fibras solúveis também contribuem para melhorar o funcionamento do intestino.

Auxilio para ganhar musculatura

Contendo bastante proteína, especialmente aminoácidos especiais que não são produzidos pelo nosso organismo, o grão auxilia o ganho da musculatura. Ademais, ajuda a reparar as microlesões colaborando para formar novas células musculares.

Nesse sentido, podemos afirmar que a amaranto é uma excelente opção para quem pratica exercícios físicos e pretende obter ganhos de massa muscular.

Quais os benefícios que ainda estão em estudo?

Como falamos anteriormente, fora os benefícios já constatados pela ciência, ainda existem diversos benefícios em estudo causados pelo amaranto, sendo destaques para a prevenção ao câncer e o controle do colesterol.

Prevenção ao câncer

Embora ainda não possa concluir tal afirmação, foram realizadas duas pesquisas no México, mais precisamente no Instituto para pesquisas científicas e tecnológicas de San Luis Potosí. Tais pesquisas encontraram a presença de um peptídeo que é um fragmento da proteína, que impede o desenvolvimento de tumores.

Essa substância, de acordo com os mesmos estudos, é igual à lunasina que é encontrada na soja, mas com uma surpreendente diferença, a substância que foi encontrada no grão age de forma mais rápida nas células do que as da soja.

Controle do colesterol

Ainda em estudos iniciais com animais, foi observado que o consumo do amaranto ajuda a controlar o colesterol. Todavia, esse mesmo estudo ao ser realizado em idosos não foi capaz de observar essa mesma ajuda. Desse modo, o mecanismo que proporciona o benefício de baixar o colesterol ainda não foi comprovado.

O amaranto substitui o arroz com feijão?

Embora a afirmação possa parecer um tanto quanto sensacionalista, vários estudos apontam que a composição nutricional do grão é bem semelhante à do arroz com feijão, comida indispensável na mesa das famílias brasileiras.

Segundo tais estudos, o amaranto possuí as mesmas proteínas que estão presentes no feijão além de ser rico em aminoácidos encontrados no arroz.

Como devo consumir o amaranto?

Essa é uma pergunta com uma resposta bem ampla. Devido à versatilidade do grão, ele pode ser consumido de inúmeras maneiras. A versão em flocos, geralmente é consumida com frutas, iogurtes, vitaminas e sucos.

Os grãos podem também ser ingredientes nas saladas, ou até mesmo cozidos, substituindo o próprio arroz. Uma outra maneira de apreciar o grão é com a pipoca.

Embora, não exista uma recomendação precisa por parte da classe médica em relação à quantidade diária que deve ser consumida diariamente, os nutricionistas arriscam dizer que o ideal é não ultrapassar as 45 gramas, equivalentes a três colheres de sopa.

Existem contra-indicações e efeitos colaterais do amaranto?

Para pessoas que possuem diabetes o grão pode sim oferecer riscos, devido ao seu alto índice glicêmico. Nesse sentido, pode resultar em picos de insulina no sangue causando uma hiperglicemia.

Para quem possuí doenças renais ou no fígado o alimento também deve ser evitado, visto que, por ser rico em proteínas pode sobrecarregar os rins.

Para concluir, por ser um alimento altamente rico em carboidratos colabora para o ganho de peso, contra-indicado para pessoas que enfrentam problemas de obesidade.

Gostou das nossas dicas?

Você já conhecia o grão Amaranto? Já tinha ouvido falar? Conhecer um alimento altamente rico como esse e com tamanhas propriedades medicinais realmente é fantástico.

Como constatamos, o grão pode inclusive substituir o tradicional arroz com feijão sendo uma alternativa bastante sadia para a alimentação do dia a dia.

Deixe seus comentários, suas sugestões e compartilhe esse conhecimento.